Incertezas...



Essa palavra amedronta muita gente. O medo do incerto sempre ronda nossas cabeças nos fazendo parar longos períodos de tempos nos perguntando "o que pode vir a ser?", "o que poderá acontecer?", "será que vai ser assim?", "será que vai acontecer novamente?". Essas e muitas outras perguntas nos rondam fazendo subir pela espinha calafrios inesperados e uma dorzinha de cabeça fina que nos perturba causando noites de insônia.

Segundo a Wikipédia "Incerteza é a falta de conhecimento a priori do resultado de uma ação ou do efeito de uma condição." Pois bem, essa falta de conhecimento do resultado de uma ação é o ponto em questão, mas o que me refiro aqui é falta de conhecimento do próprio e INCERTO DESTINO, e voltamos assim as questões citadas anteriormente, podemos ou não prever situações e nos previnir de sofrer com algo?

Muitas vezes passamos por situações adversas que nos deixam mal e pouco tempo depois nos vemos entrando no mesmo caminho. Aí o medo da incerteza nos assola novamente, será que vai acontecer tudo de novo? Já estará acontecendo e eu ainda não aprendi, não estou percebendo?

Mas quem somos nós pra prever o futuro? Videntes? Xamãs? Deuses? Não. Somos Humanos!

Devemos deixar de nos arriscar por medo da incerteza?

Ou devemos olhar pra frente com a esperança de ações que podem ser diferentes dessa vez.

Sempre pensei que jamais daria uma segunda chance, que jamais me arriscaria depois de ter passado uma situação adversa, no entanto, a vida nos prega peças, surpresas, nos renovando com forças, coragens e novas esperanças para enfrentar um destino incerto.

Porque afinal de contas, viver é realizar cada gesto a cada segundo de forma inesperada e incerta. Caso contrário não teria graça! Arrisque-se, viva!

4 comentários:

  1. Oscarina Caldas Vieira7 de abril de 2011 01:32

    Um texto de fato muito bom e que nos leva a uma boa reflexão. Serei breve mas de fato isso acontece com 99,9% da população mundial,pois, por mais que sejas seguro de tudo as incertezas da vida nos rodeiam dia após dia,e muitas vezes deixamos de viver algo por medo de sofrer. Então visto que o tempo e o imprevisto sobrevém a todos, vivamos a vida, agora de modo equilibrado tendo bem em mente que o que se semeia se ceifa... e lógico todo ser humano merece uma segunda chance e o que acontecer na nossa vida quer de bom quer de ruim, no caso de decepções, acredite isso acontece pro crescimento pessoal, pra saber até quando podemos aguentar e a cada dificuldade e decepção que tu venhas a passar é pro fortalecimento. Pense nisso as incertezas da vida existiram e sempre existirão e nos acompanhará pelo resto de nossas vidas, somos imperfeitos e não temos certeza de nada então VIVA enquanto há VIDA!Pra depois não se arrepender de não ter vivido.

    ResponderExcluir
  2. Andrea Sergina Gomes

    A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram a eternidade."Clarice Lispector.

    ResponderExcluir
  3. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram a eternidade."Clarice Lispector.

    ResponderExcluir
  4. As incertezas são os q nos movem rumo ao desconhecido, ao talves, ao futuro, assim poderemos nas certezas q se apresentam vislumbrar o q acertamos, o q deixamos de viver por medo ou por acharmos q ñ daria certo. Q bom temos incertezas, delas, nascem os grandes momentos...
    Jandur Guillher

    ResponderExcluir