Valorização dos Professores Brasileiros



O Ministro da Educação Fernando Haddad fala da importância da valorização do magistério no Brasil, veja o texto obtido no portal Todos Pela Educação:

HADDAD DEFENDE VALORIZAÇÃO DE PROFESSORES EM PLANO
Entre as vinte metas estabelecidas pelo PNE, quatro se referem à formação e à remuneração do magistério

O ministro da Educação, Fernando Haddad, afirmou hoje, durante audiência pública na Assembleia Legislativa de São Paulo, que considera crucial a valorização dos professores no Plano Nacional de Educação (PNE). "Nós tivemos a coragem de fixar uma meta de formação dos docentes com responsabilidade do Estado. O professor tem direito à formação continuada", disse.

Entre as vinte metas estabelecidas pelo plano, quatro se referem à formação e à remuneração do magistério. A Câmara dos Deputados instalou hoje uma comissão especial para a análise do PNE, que deve ser votado no segundo semestre.

O ministro destacou a aprovação do piso nacional dos professores, mas lembrou que o salário médio no ensino equivale a 60% da remuneração média de outros profissionais com formação superior. "Se nós quisermos valorizar a Educação no País, não temos como dissociar o debate dos trabalhadores da Educação", disse.

Na avaliação de Haddad, a questão salarial é um dos principais motivos para o déficit de professores na rede educacional, uma vez que, segundo ele, 277 mil docentes são formados todos os anos, número que seria suficiente para suprir a demanda nas escolas públicas.

"O número de licenciados cresce sistematicamente, mas esses profissionais são muito disputados pelo mercado de trabalho", disse. "A escola precisa ser atraente, do ponto de vista da remuneração. Sem isso, não existe mágica, não vamos prosperar", acrescentou.

Fonte: www.todospelaeducacao.org.br

Só esperamos que essa valorização não dure décadas para acontecer, fazendo com que nenhum dos professores que HOJE dão seus suores e seus sangues à Educação, se quer sintam o cheiro "dessa valorização" passar perto de seus míseros salários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário