Parada Nacional da Educação



Nesta quarta-feira 11 de maio a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) convoca todos os professores do Brasil a fazerem uma parada nacional em defesa do PNE (Piso Nacional da Educação) aprovado por lei e que muito governos estaduais e municipais ainda se recusam a pagar. Um desses governos é o do Estado do Rio Grande do Norte que tem a frente a então defensora da educação a Governadora Rosalba Ciarlini. Hoje os professores do Estado do RN além de não estarem o recebendo o Piso Nacional da Educação aprovado pelo Supremo, ainda tem um PCCR (Plano de Cargos Carreira e Remuneração) defasado diante dos demais profissionais de Nível Superior em nosso estado, essas são algumas reivindicações não atendidas pelo atual governo que levaram os profissionais da educação, principalmente professores a entrarem em greve no último dia 29 de abril.

Fica aqui o convite a todos os professores a também pararem amanhã e lutarmos juntos em busca da nossa valorização profissional. E saibamos que ser professor não é ser menor que um médico ou advogado, por exemplo, estudamos e nos especializamos como qualquer profissional e por isso merecemos respeito e dignidade, não deixe que nossa profissão seja apenas falsamente valorizada em propagandas de televisão, que essa valorização seja verdadeiramente reconhecida em nossa remuneração e que o profissional de educação, principalmente o professor, não precise fazer bicos pra poder sobreviver em um país como o Brasil que se auto-intitula país do futuro. O futuro de uma nação passa primeiro por uma educação de qualidade que proporcione respeito aos que nela trabalham e dos que dela precisam.

Um comentário:

  1. Enquanto o professor não for valorizado como deve ser a educação não vai mudar, pois eu considero que nós somos desvalorizados começando pelo salário,enquanto isso ficam tentando "valorizar" o professor em propagadas de televisão sinceramente acho patético isso.

    ResponderExcluir