Pauta de reivindicações é reafirmada pelo Sinte durante audiência

03/05/11

Durante a audiência que a direção do Sinte teve com a secretária de Educação do Estado, Betânia Ramalho, foi discutido o conteúdo do ofício enviado à SEEC e à Governadoria. O encontro foi realizado na tarde dessa segunda-feira (2).

A audiência foi iniciada pela coordenadora geral do Sinte, Fátima Cardoso, que fez uma síntese do conteúdo do documento. Na ocasião, foram reafirmadas as seguintes reivindicações:

Publicação do enquadramento dos funcionários da ativa e os aposentados;
Pagamento referente à primeira parcela do plano dos funcionários com efeito retroativo a janeiro deste ano tanto para os funcionários da ativa quanto para os aposentados;
Pagamento da segunda parcela do Plano de Carreira dos funcionários, em atraso desde março deste ano.

Em um segundo momento da audiência, foram discutidos:

Implementação da tabela salarial do magistério, na mesma proporção das outras categorias;
Continuidade do processo de tramitação do Projeto de Lei de Revisão do Plano de Carreira dos professores;
Encaminhamento do Projeto de Lei que modifica a lei de Gestão Democrática;
Instalação da mesa de negociação para tratar dos atrasado após a questão salarial da categoria ter sido resolvida;
Aplicação do terço de hora-atividade para os Educadores.

A secretária de Educação afirmou que deseja construir uma nova relação com o Sindicato e destacou a dificuldade que terá para negociar durante a greve. A gestora também criticou o fato de a greve ter iniciado sem tempo de apreciação de proposta e afirmou que o governo não tem condições de atender as reivindicações, portanto precisa de tempo. Fátima Cardoso ressaltou que a pauta foi entregue desde o mês de janeiro e o governo não levou em consideração os pontos relativos aos Planos de Carreira dos Funcionários e Professores.
Fim da Audiência

Ao final do encontro o Sinte solicitou à secretária uma nova audiência com foco nos dois Planos de Carreira. A resposta sobre data e horário deverá ser dada até a próxima sexta-feira (6).

Direção do Sinte reafirmou que a categoria está profundamente impaciente, pelas perdas salariais, principalmente quando são comparadas às tabelas de outras categorias. “Foi em razão dessa defasagem que a categoria deflagrou a greve”, disse a sindicalista.


Sinte mobiliza deputados em favor das reivindicações da categoria

Durante esta terça-feira (3), a categoria está em acampamento na Praça dos Três Poderes, em frente à Assembléia Legislativa. Além do diálogo com a população, a direção do Sinte visitará os gabinetes dos deputados munida de ofício solicitando reforço para as reivindicações da categoria. “Esperamos, realmente, o envolvimento dos deputados e deputadas nesse processo de negociação”, afirma a coordenadora geral do Sinte, Fátima Cardoso.

Fonte: sintern.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário