Civilização X Barbárie

Lendo o blog do Exmo. Sr. Prefeito de Janduís Dr. Salomão Gurgel me deparei com a seguinte postagem: COMO FAZER UMA DISCUSSÃO CIVILIZADA EM JANDUÍS? Que vocês podem ler aqui http://www.blogdosalomaogurgel.blogspot.com/

E me vem a cabeça a pergunta: Será que o senhor Prefeito mais uma vez está subestimando a capacidade intelectual de discussão "daqueles que hoje querem discutir coisas boas para a sociedade em que estão inseridos (Janduís)" e será que mais uma vez ele crê que não passa de um "ensaio" dos mesmos. Pois na leitura do post do Sr. Prefeito ele diz "Quero conversar com quem posso aprender e, do diálogo, fazermos conclusões que contribuam para o desenvolvimento sustentável da qualidade de vida do povo de Janduis"

Sr. Prefeito nas minhas leituras seja de que texto for, aprendi a interpretar as palavras e o contextos em que as mesmas estão inseridas, bem como não distorcê-las, como assim o Sr. diz em seu texto. Creio que o seu texto não se refere somente a mim, mas como tenho um ótimo poder de interpretação e fazendo parte das discussões anteriores me coloco no direito de responder. Se o Senhor tem dúvidas de que os jovens que hoje tecem discussões com você e sua administração através de ferramentas digitais - e pode ter certeza que posso aqui falar por alguns amigos - temos SIM competência para entrar em discussão com qualquer pessoa que seja a respeito de assuntos como DEMOCRACIA, POLÍTICA, SOCIEDADE, EDUCAÇÃO, DITADURA e etc. pois ao contrário do que o senhor vem mostrando pensar, somos pessoas instruídas e fora da linha de ignorância que o senhor tenta mostrar em sua postagem. Tenho convicção de que os jovens que você se refere têm total discernimento para manter um diálogo CIVILIZADO e que dele pode sair SUGESTÕES bem melhores para a sociedade janduiense do que as que vem sendo realizadas por sua administração ultimamente. E esses jovens além de civilizados não fazem discussões para balizar ódios e paixões, são jovens que querem sim o bem estar da sua sociedade, diferentemente do que vem ocorrendo com muitas pessoas que fazem parte de seu governo, e realmente pessoas que fazem isso (que não são esses jovens) não fazem História, apenas a tornam mais FEIA como está sendo a história de Janduís agora, ou seja, a história da vida das pessoas que aqui vivem.

Quando estudamos Antropologia nas Universidades aprendemos o conceito em que a palavra CIVILIZAÇÃO é aplicada, principalmente na época da Colonização onde os "civilizados" europeus segregavam e exploravam os "bárbaros" (pessoas das terras em que os europeus queria explorar). Usando esse conceito de civilização versus barbárie conseguiram riquezas, poder, reinados, impérios enquanto os povos tidos como bárbaros foram sendo aniquilados e/ou empobrecidos pouco a pouco.

Fazendo uma analogia: Será que os "jovens não civilizados" daqui são de fatos bárbaros? Se são bárbaros, estarão esses revoltados com a instalação de um império explorador? Será que todos do império são de fato "civilizados"?

???????????????????????????????????????????????????????????????

2 comentários:

  1. Muito bem colocada suas palavras Santelma. O Exmo. Dr. Sr. (e todos os outros pronomes de tratamentos possíveis e viáveis) Salomão Gurgel tem que saber que os jovens tem sim, capacidade de expressar sua opinião sobre todas as coisa num patamar de igualdade.
    O Exmo. Dr. Sr. Salomão Gurgel, inclusive me surpreende, posto que para alguém que viveu a ditadura militar, o maior movimento politico que já houve no pais, momento esse que em seu geral formou pessoas eclarecidas e futuristas, o "companheiro" anda muito atrasado em suas colocações.
    ficaria tão feliz que o Exmo. Dr. Sr. podesse ler minhas humildes palavras...

    Andresa Karielly Fernandes Leite
    Graduanda do Curso de Turismo - UERN/Natal

    Porém acredito que o senhor não me conhece por essa informação, então em resumo:

    Karielly, neta de Antônio de Aristides.

    ResponderExcluir
  2. Minha maior indignação é quando o Senhor Prefeito fala em democracia e em confronto com seu discurso nos caracteriza como incivis, apenas por expressamos com muita precisão nossos ideais, devem entender que somos jovens ensejando na sociedade e brigando por uma vaga no campo de trabalho, estamos ansiosos para demonstrar o que pensamos e queremos, por em prática nossas teorias e mostrar que com o que temos vamos inovar a sociedade e melhorar, queremos ter o direito de participar da discussão sem tememos represálias, pois eu não temo, mas tem quem tema.
    É uma injustiça sermos barrados e perseguidos por quem deveria estar mais presente, ele deveria ter ÉTICA isso sim, pois é notório que desmerece uma grande parte da população que são os jovens estudantes, justamente na cidade onde ele esta manipulando seus marionetes para próxima eleição enganar a população e depois descartá-los e ainda caluniá-los como Judas..., Em suas palavras ele quer fazer uma discussão civilizada, balela. Ele acha que democracia é calar aos demais e somente ele saber o certo, “o capaz de tudo”, pois vamos ser civilizados.
    Digo isso porque na maioria dos blogueiros que tem uma posição política onde critica certas posturas por parte da administração, ou pessoas que querem opinar estão sendo perseguidas, é geral, uma pouca vergonha é evidente o preconceito.
    Nós jovens queremos que estes jogos políticos e manobras eleitoreiras acabem e foquem todas suas forças em estudantes que hoje grita e amanhã estará em seu lugar dando uma prova de competência.
    Desde já, vejo que o posicionamento da professora Santelma é ativo e em sua palavra deixa bem colocado o que pretende, eu como pactuo da mesma idéia PARABENIZO e se ao contrario fosse respeitava sua opinião tirando dela uma lição. Parabéns!

    ResponderExcluir